Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

16
Dez13

Passatempo - Grande Revista à Portuguesa


O Informador

Grande Revista à PortuguesaO Informador foi ver a peça Grande Revista à Portuguesa e agora e porque o que é bom é para ser visto e partilhado, aliando-me às Produções Filipe La Féria conto com dez bilhetes duplos para oferecer para a sessão de dia 19 de Dezembro, quinta-feira, pelas 21h30, do mesmo espetáculo.

Com o elenco composto por Marina Mota, João BaiãoMaria VieiraVanessa SilvaRicardo CastroRui AndradePatrícia Resende, Bruna AndradeFilipe Albuquerque e Adriana Faria, esta é a mais recente produção do produtor Filipe La Féria que celebra assim o centenário do Teatro Politeama, vinte anos depois do sucesso que foi Passa Por Mim No Rossio.

Quem quiser ser um dos vencedores de um dos dez bilhetes duplos que tenho para oferecer só tem que copiar a frase que se segue e colocá-la como comentário a este mesmo texto, colocando o seu email correctamente para que posteriormente possa ser contactado, já que precisarei de outros dados dos vencedores logo de seguida.

«O Informador leva-me ao Teatro Politeama para ver o espetáculo Grande Revista à Portuguesa.»

Os primeiros dez comentadores do texto serão os vencedores deste passatempo e serão contactados posteriormente. A lista final de vencedores será publicada horas depois do apuramento dos mesmos através de um novo texto que publicarei.

Apresentação de Grande Revista à Portuguesa…

No ano do centenário do Teatro Politeama, vinte anos depois de “Passa Por Mim No Rossio”, La Féria volta à Revista numa homenagem ao Teatro mais popular e da preferência dos portugueses. Com texto, música, encenação e cenografia de Filipe La Féria, figurinos de José Costa Reis, direcção musical do Maestro Mário Rui, coreografia de Marco Mercier e direcção vocal de Tiago Isidro a “Grande Revista à Portuguesa” reúne um elenco de primeiras figuras muito queridas do público. Marina Mota, a Rainha da revista à portuguesa, regressa ao teatro em números que ficarão históricos pela sua graça e talento ao lado de João Baião que irá mostrar a sua versatilidade numa exibição das suas multifacetadas qualidades de actor, cantor e bailarino. Outro regresso ao Teatro é o de Maria Vieira, após uma ausência no Brasil de três anos e que reaparece no auge do seu talento de cómica. Vanessa, a grande revelação do último Rock in Rio e a vencedora de “A Tua Cara Não Me É Estranha” tem a oportunidade de interpretar os momentos mais emocionantes da Revista. Ricardo Castro revela-se um cómico de primeira com caricaturas dos mais conhecidos políticos portugueses. Rui Andrade, Patrícia Resende, Bruna Andrade, Filipe Albuquerque, Adriana Faria encabeçam um grande elenco de bailarinos, músicos, acrobatas e modelos desta mega produção de La Féria.

16
Dez13

11.000 visitas mensais


O Informador

O blogue não me pára de surpreender e este 2013 foi um ano que além de ter sido o primeiro em que os doze meses foram de pura escrita cheia de opiniões, pensamentos, passatempos, citações e tudo o mais, existe um facto que me deixa orgulhoso. A média de visitantes que partilhou comigo palavras escritas e lidas subiu face à média dos meses de existência d' O Informador em 2012.

Ainda faltam uns dias para este ano terminar, no entanto posso desde já revelar que o número de visitantes que o blogue alcançou ao longo destes meses ficou acima dos 11 mil mensais de média, o que faz com que tenha ultrapassando os números do ano passado, tendo tido mais de 132 mil visitas ao longo de todo o ano.

Quanto ao número de visitantes únicos ai tudo também se tornou especial e o valor de 4500 por mês ficou feito e é com muito orgulho e prazer que posso afirmar que tive mais de 56 mil visitas únicas ao longo dos doze meses de 2013.

Só tenho motivos para acreditar cada vez mais neste meu projeto que me tem dado orgulho fazer crescer e ver que desse lado me têm acompanhado. O Informador é meu e de quem me segue. Muito obrigado a todos!

15
Dez13

Conversas doentes


O Informador

Não sou de me queixar e também não tenho muita paciência para ouvir os queixumes de quem aparece com mil e uma doenças e dores psicológicas. Além disso odeio estar ao pé de um grupo que de um momento para o outro se lembra que a conversa tem de ser sobre doenças. Que coisa mais sem sentido!

Será que as pessoas não têm mais nada para falar a não ser do que têm, do que vão ter e do que tencionam não ter nos próximos tempos em termos de doenças? É uma coisa que odeio e que quando começam a falar saio de onde estou ou tento mudar de conversa porque não percebo quais os argumentos positivos que aqueles seres arranjam para estarem a falar de coisas teoricamente más durante tanto tempo seguido.

Odeio estar doente, quando estou não me queixo e não ando a lastimar-me a tudo e todos, por isso também não me obriguem a ter de ouvir histórias de pessoas que nem conhecem e a pensarem que um dia poderão ter isto e aquilo e o que irão fazer caso isso aconteça. Coisas sem nexo e conversas sem piada, enfim...

15
Dez13

Natal transparente de silêncios


O Informador

Lê os meus SilênciosO Natal pode ser simbolizado de diferentes formas e através de uma iniciativa da Câmara Municipal de Évora, na principal praça da cidade, a do Giraldo, encontrei uma exposição que reúne um conjunto de diferentes árvores de Natal, feitas por grupos escolares, instituições e empresas.

São mais de quinze representações natalícias concentradas na famosa praça da cidade mas duas conseguiram cativar o meu flash e aqui estão elas. A de cima com o nome de «Lê os meus Silêncios» e a seguinte designada por «Natal Transparente».

Uma iniciativa engraçada que atrai os habitantes da cidade e turistas para o local para verem estas obras da imaginação que aliam a reciclagem com as representações natalícias.Natal Transparente

14
Dez13

Livros


O Informador

Livros...«Nunca vou parar de comprar livros

Nunca vou ler todos os livros que tenho para ler

Nunca terei dinheiro mas sempre terei livros.»

Ler... Ter um bom livro como companheiro de vida é sempre bom! Três «Nuncas» são aqui revelados e todos fazem sentido, cada qual à sua maneira!

«Nunca vou parar de comprar livros», é bem verdade! Estou com um a ser lido e já tenho seis ou sete pela mesa de cabeceira à espera da hora em que irão ter o seu destaque na minha vida, sabendo que mais tarde ou mais cedo os irei ler. No entanto, e como não resisto a entrar numa livraria ou a fazer encomendas via internet, todos os meses lá chegam dois ou três para se juntar aos volumes que irão estar nas minhas mãos nas próximas semanas. Não, eu não consigo estar muito tempo sem comprar um livro porque este prazer é mais forte que eu!

«Nunca vou ler todos os livros que tenho para ler», isto porque me parece que o tempo é bem pouco para conseguir absorver todas as palavras que foram passadas para o papel e que relatam histórias que me fazem viajar, sonhar e conhecer o mundo. Tudo quero ler e todos os autores gostaria de experimentar... Infelizmente isso nunca será possível porque o que é bom será sempre muito para a curta vida de um leitor das horas vagas!

«Nunca terei dinheiro mas sempre terei livros»! Bem, espero que não seja bem assim no que toca ao de não ter dinheiro. No entanto acredito que a vontade pela leitura estará sempre presente na minha vida! Pelo menos tem sido assim ao longo dos últimos anos e tudo me aponta que tal irá continuar a acontecer!

A paixão pelos livros Nunca me deixará sentir só!

14
Dez13

Horas de sono


O Informador

O tempo ideal para se dormir ao longo de um dia são oito horas, no entanto, tenho que revelar que é muito raro, e quando digo muito é mesmo muito, eu conseguir dormir o tempo aconselhado porque o meu dia termina tarde e começa cedo, estando o corpo habituado a tal.

Geralmente de domingo a sexta-feira deito-me sempre para além da 01h00, puxando até mais para as 02h00, e depois o acordar acontece pelas 08h00, sem tirar nem pôr. Isto em dias de trabalho acontece porque não gosto de me deitar cedo e estou habituado a sair ou se estiver em casa opto por estar entretido até às tantas e depois o sono não bate à porta. Em dias de folga, na véspera, deito-me no horário normal, como se fosse trabalhar e acordo livremente perto das 09h00, não dando espaço para que a rotina se quebre, aproveitando assim todo o dia de descanso de manhã à noite da melhor forma, que não a dormir.

Depois ao Sábado a hora de deitar é mais tardia que nos restantes dias e se antes ao Domingo acordava já mais perto da hora de almoço, agora pelas 10h00 já costumo estar de pé para também começar a aproveitar a manhã e tarde que estão disponíveis do início ao fim.

Ando com horas de sono em atraso há meses e embora sinta que o corpo pede descanso, sinto-me bem e não me queixo, porém sei que por vezes as manhãs começam com mau humor e cansaço porque não descanso o devido tempo.

Preciso de um período assim mais prolongado para colocar o sono em dia!

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários Recentes

  • O Informador

    Até agora estou a gostar da leitura que se torna b...

  • O Informador

    Irão sempre arranjar maneira de não fazerem a devo...

  • O Informador

    Euro a euro conseguirão lá chegar!

  • O Informador

    Não sei se a editora envia para o Brasil, mas pode...

  • Phocaontas

    Olaaa por acaso gosto mesmo muito de ler.. E amo r...

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador