Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

25
Dez13

Vencedores do Passatempo - Grande Revista à Portuguesa [2ªEdição]


O Informador

MUPI NATALO Informador e as Produções Filipe La Féria lançaram um passatempo especial de Natal para atribuir bilhetes duplos para o espetáculo Grande Revista à Portuguesa, na sessão de dia 25, quarta-feira, às 17h00. Como esta época natalícia também pode ser para partilhar bons trabalhos, João BaiãoMarina MotaVanessa Silva, Maria VieiraRicardo Castro e restante elenco estão nesta tarde familiar à espera de todos no Teatro Politeama para brilharem com a revista que já se encontra há meses em palco e que tem tido os aplausos do público que sessão após sessão tem enchido a sala.

Com a facilidade de só terem que comentar um texto copiando uma frase - «O Informador leva-me ao Teatro Politeama para ver o espetáculo Grande Revista à Portuguesa no dia de Natal!» -, eis a lista de vencedores que daqui a pouco vai poder estar presente no Teatro Politeama a assistir a um excelente trabalho de equipa que mostra que o teatro português prepara-se para entrar em 2014 com força.

Eis os nomes dos vencedores dos bilhetes duplos por ordem de participação…

Sandra Isabel Almeida

Rui Viegas

Pedro Afonso

Maria Varela

Parabéns a todos e bom espetáculo natalício!

25
Dez13

Conhecidos de conveniência


O Informador

Faz-me alguma espécie conhecer as pessoas porque são amigas de alguém e por isso já estiveram no mesmo espaço que eu com alguma conversa à mistura e depois perceber que as mesmas só me cumprimentam quando lhes convém e se estiver alguém pelas redondezas que para si é importante.

Será que os conhecidos por conveniência se acham as melhores pessoas do mundo quando estão a ganhar pontos com meias conversas e falsos sorrisos quando outrora num outro lugar se cruzam comigo e ignoram a minha presença? Comigo essas coisas não funcionam e quando me falam num sítio e depois fingem que nem me avistam mesmo ao seu lado por outras bandas é melhor marcarem na sua agenda de conveniência que já não precisam de se meter mais comigo.

Há primeira pode ter sido coincidência, à segunda parte-se do princípio que não fui visto, mas mais que isso a falha já é bem notória!

24
Dez13

Bom Natal


O Informador

bom natalDesejo a todos os que me seguem um santo e feliz Natal, cheio de bons momentos em família e com as pessoas que mais desejam!

Que estes dias sejam passados da melhor maneira e com o descanso e pacatez que esta época tanto propícia com o amor, amizade e bondade sempre por perto!

Bom Natal para todos!

24
Dez13

Crise passageira


O Informador

Nos últimos anos os portugueses têm vivido sobre a nuvem dos cortes por todos os lados. É nos salários, nos impostos, nas poupanças, nos aumentos dos bens necessários... Agora e porque o hábito da poupança tem ajudado a melhorar os orçamentos do país e de cada um, vejo que já não existe tanto medo e que o estado financeiro de todos nós está a recuperar o que tem vindo a perder nos últimos tempos.

Há uns meses para cá que noto que existem mais pessoas pelos centros comerciais e pelos espaços logísticos, com sacos na mão e a falarem de compras. O medo e a opressão financeira com que se viveu há uns tempos tem vindo a passar e o facto das notícias também mostrarem - lentamente, é uma verdade -, que a crise está a ser ultrapassada aos poucos, pode ter alguma influência na perda de receio na hora de se apresentarem as notas ou os cartões para serem feitos os pagamentos de algo necessário ou desejado.

A crise tem afetado todos mas também tem ajudado ao auto controlo de cada um no momento de gastar, pensando-se duas vezes se é mesmo necessário comprar ou recuperar algo que talvez nem faça assim tanta falta. Nos supermercados começou-se a olhar para os artigos de outra forma, optando muitas vezes pelas marcas brancas que também oferecem bons produtos. Nas viagens, o preço começou a ser importante na hora da escolha, seja em nome privado ou empresarial. Nas saídas, o pensamento começou a recair também no dia seguinte porque não se pode gastar muito de uma vez para depois não ter.

Acredito que o estado em que Portugal esteve com toda a crise e com todo o bombardeamento da imprensa com tal facto tenha ajudado à mudança de mentalidades para que o futuro seja melhor e hoje vejo que possam existir melhoramento, embora calmos, mas eles existem.

23
Dez13

Passatempo - Grande Revista à Portuguesa [2ªEdição]


O Informador

MUPI NATALO Informador não quer deixar de presentear os seus leitores no Natal, como tal juntou-se mais uma vez às Produções Filipe La Féria para poder atribuir cinco bilhetes duplos para uma sessão bem especial no dia 25 de Dezembro, quarta-feira, pelas 17h00, do espetáculo Grande Revista à Portuguesa.

Com o elenco composto por Marina MotaJoão BaiãoMaria VieiraVanessa SilvaRicardo CastroRui AndradePatrícia ResendeBruna AndradeFilipe Albuquerque e Adriana Faria, esta é a mais recente produção do produtor Filipe La Féria que celebra assim o centenário do Teatro Politeama, vinte anos depois do sucesso que foi Passa Por Mim No Rossio.

Quem quiser ser um dos vencedores de um dos cinco bilhetes duplos que tenho para oferecer só tem que copiar a frase que se segue e colocá-la como comentário a este mesmo texto, colocando o seu email correctamente para que posteriormente possa ser contactado, já que precisarei de outros dados dos vencedores logo de seguida.

«O Informador leva-me ao Teatro Politeama para ver o espetáculo Grande Revista à Portuguesa no dia de Natal!»

Os primeiros cinco comentadores do texto serão os vencedores deste passatempo e serão contactados posteriormente. A lista final de vencedores será publicada horas depois do apuramento dos mesmos através de um novo texto que publicarei.

Passe o Natal no Teatro Politeama em boa companhia porque a Grande Revista à Portuguesa é um espetáculo para ser visto em família e um óptimo presente para a época festiva que atravessamos!

Apresentação de Grande Revista à Portuguesa…

No ano do centenário do Teatro Politeama, vinte anos depois de “Passa Por Mim No Rossio”, La Féria volta à Revista numa homenagem ao Teatro mais popular e da preferência dos portugueses. Com texto, música, encenação e cenografia de Filipe La Féria, figurinos de José Costa Reis, direcção musical do Maestro Mário Rui, coreografia de Marco Mercier e direcção vocal de Tiago Isidro a “Grande Revista à Portuguesa” reúne um elenco de primeiras figuras muito queridas do público. Marina Mota, a Rainha da revista à portuguesa, regressa ao teatro em números que ficarão históricos pela sua graça e talento ao lado de João Baião que irá mostrar a sua versatilidade numa exibição das suas multifacetadas qualidades de actor, cantor e bailarino. Outro regresso ao Teatro é o de Maria Vieira, após uma ausência no Brasil de três anos e que reaparece no auge do seu talento de cómica. Vanessa, a grande revelação do último Rock in Rio e a vencedora de “A Tua Cara Não Me É Estranha” tem a oportunidade de interpretar os momentos mais emocionantes da Revista. Ricardo Castro revela-se um cómico de primeira com caricaturas dos mais conhecidos políticos portugueses. Rui Andrade, Patrícia Resende, Bruna Andrade, Filipe Albuquerque, Adriana Faria encabeçam um grande elenco de bailarinos, músicos, acrobatas e modelos desta mega produção de La Féria.

23
Dez13

Famosos e livros de cozinha


O Informador

Os livros de cozinha lançados pelos grandes cozinheiros nacionais e internacionais já estavam na berra e todos os anos pela altura do Natal são lançadas novas e renovadas edições. Agora e porque a moda pegou, os famosos portugueses também ganharam o gosto e andam a lançar livros de receitas como gente grande!

De apresentadores a modelos, de atores a jornalistas, todos querem ter nas livrarias deste país o seu livro de receitas. Se uns optam por colocar as mais básicas e rápidas preparações, outros, e porque o seu estatuto social assim os obriga, escolhem as ementas mais elaboradas para lançarem os seus livros culinários. Eles falam de comida como se fossem verdadeiros mestres da cozinha e nas páginas das suas publicações lançam dicas e receitas inspiradoras e supostamente com toques especiais inventados pelos próprios.

Será que é preciso revelar que muitos, para não dizer a maioria, destes livros culinários, que são lançados com a suposta autoria de um famoso da televisão e revistas, não passam de um produto que foi feito e elaborado por mestres da cozinha e que depois levam o toque final dos famosos?! Com a assinatura dos rostos que conseguem vender uns milhares extra de exemplares tudo se torna mais fácil e apetecível para as editoras lançarem estes produtos.

Não duvido que os famosos saibam cozinhar, mas não me venham com histórias porque dá bem para perceber que quase todas estas publicações não passam de estratégias das editoras para conseguirem colocar livros de receitas no mercado e com sucesso junto do público. Uns podem ter o toque total dos seus autores conhecidos, agora outros...

22
Dez13

A mudança de João Paulo Rodrigues


O Informador

João Paulo Rodrigues apareceu no pequeno ecrã num programa especial de anedotas que Teresa Guilherme apresentou num serão de Sábado na TVI e desde aí não mais parou, sendo chamado pela RTP para animar as manhãs da Praça da Alegria com o seu parceiro de trabalho Pedro Alves. Depois das manhãs do canal público estreou-se com o Telerural ao serão, passando em 2012 a ser um dos concorrentes do programa A Tua Cara Não Me É Estranha, onde se tornou vencedor, nos serões de Domingo da TVI. Rapidamente o sucesso apareceu e foi atribuído um programa ao apresentador que começou a partilhar os finais de tarde do canal com Marisa Cruz. Agora e porque o mercado televisivo não pára, a SIC contratou o João Paulo, só que o contratado parece não ter pensado bem na sua mudança.

Se quando estava na RTP tinha o seu público, que gosta de ver séries cómicas e que no entanto não gosta de produtos facilmente vendáveis, na TVI o humorista ganhou de vez o estrelado por estar perante o seu público alvo que o agarrou desde o início ao colo. Os meses têm passado e o sucesso tem sido contínuo, embora já não se sinta tanto o fenómeno como outrora porque outros rostos entretanto foram surgindo. Agora a SIC apelou pelo João e este está em fase de mudança para o canal, só que esqueceu-se que o seu público não é o da SIC, mas sim o da TVI.

Antevejo que irá acontecer ao João o que aconteceu e continua a acontecer a Júlia Pinheiro. Na TVI a apresentadora era a rainha das tardes e liderava nos serões do canal, mudou-se para as manhãs da SIC e o seu público não a seguiu, o que não estava previsto na sua contratação. Três anos depois de Júlia estar na estação de Carnaxide a liderança diária continua longe e quando foi apresentar algo ao serão raramente lutou pelo pódio. Agora e porque não conseguiu levar Cristina Ferreira e Manuel Luís Goucha, que já há muito perceberam que o que aconteceu à sua ex-colega de canal e amiga lhes poderia acontecer caso aceitassem os convites, a flecha foi atirada a João Paulo Rodrigues que não declinou o convite.

O João vai apresentar as manhãs ou tardes da SIC a partir de Janeiro, mas não levará os telespetadores que o viam na TVI porque quem vê o Somos Portugal está sintonizado na quatro e quem vê filmes está com o comando ligado ao número 3. O João é um apresentador acarinhado pelos telespetadores que gostam de programas populares e não por quem prefere uma presença mais discreta e séria. Um tiro no pé que esta estrela vai dar a si próprio!

22
Dez13

Voltar aos sites televisivos


O Informador

Desde que criei O Informador, em modo de blogue pessoal, que me é feita várias vezes a questão, e posterior convite, sobre quando se dará o meu regresso ao ativo pelo mundo dos sites e blogues de televisão e celebridades. A resposta tem sido sempre a mesma porque não faz sentido com o que tenho vindo a criar ao longo destes meses eu me ter que esticar para mais um projeto de onde saí por não ter assim tanto tempo como era necessário. Mas o nunca não o posso dizer porque existem convites e convites e alguns pormenores de regresso podem fazer toda a diferença na hora de dizer o «sim»!

Já recusei mais que dois convites para integrar equipas de sites onde o mundo da televisão, dos famosos e da cultura são a grande atracção mas não sei se daqui a uns tempos não poderei ceder a alguma das propostas, tudo dependendo do tipo de projeto que for, da função e do trabalho que a mesmo poderá vir a dar nos tempos futuros. Eu gosto dessa área, adoro escrever para os outros e embora agora esteja mais afastado desse tipo de projetos é algo que me atraí e uma vez que experimentei ao longo de vários anos e as coisas correram bem, fica sempre o bichinho.

Por agora contínuo bem com a exclusividade da escrita pel' O Informador, que é o meu projeto e a minha casa online. Se daqui a uns tempos entrar numa equipa de um site televisivo e cultural farei-o de livre vontade e nunca deixarei este meu blogue para trás porque cada vez mais este é o meu cantinho especial, onde me sinto bem e onde sou livre para dizer o que quero, como e quando quero! Quanto às respostas aos convites, tudo poderá mudar daqui a uns tempos, consoante a disponibilidade, o projeto e a originalidade!

21
Dez13

Circo de Luz


O Informador

Circo5

Terreiro do Paço, em Lisboa, voltou a receber um evento especial que concentrou as atenções do público para as faixadas dos emblemáticos edifícios da praça. Depois de há uns meses o Arco de Luz ter feito as delícias de muitos, agora chegou a vez do Circo de Luz tentar a mesma sorte, mas parece-me que as coisas não correram assim tão bem com este evento de Natal.

Embora o trabalho de uma equipa que leva o pormenor ao milímetro esteja bem feito, a magia que aconteceu com o Arco não está presente neste Circo natalício. Com narração de Nuno Markl e sonoridade dos Deolinda, este espetáculo ao ar livre não conseguiu chegar onde o seu primórdio tocou. A novidade é sempre a novidade e consegue agarrar os mais cépticos sobre tais imagens e sons, o que não aconteceu com esta segunda vez, onde tudo já se torna mais complicado porque é necessário fazer melhor e não se conseguiu surpreender. Um conjunto de imagens de um animado circo, com animais transformados em malabaristas, palhaços e afins e que criam um filme com aproximadamente quinze minutos sem grande atracção a ser transmitido pelas paredes dos edifícios do Terreiro do Paço.

Gosto deste tipo de iniciativas que têm feito com que Lisboa saia à rua para desfrutar pelos espaços públicos de um pouco de cultura e bem-estar de forma gratuita. Um bom momento de entretenimento que espero que seja reciclado para que daqui a uns meses eu possa voltar a estar ao serão pelo Terreiro do Paço a ver o ... de Luz!

Um Circo de Luz que vale a pena ver!

Circo1 Circo2 Circo3 Circo4

21
Dez13

Gesto bonito!


O Informador

Há dias fiz um passatempo onde atribuí dez bilhetes duplos para os seus vencedores poderem assistir ao espetáculo Grande Revista à Portuguesa, que se encontra em cena no Teatro Politeama, em Lisboa. Pouco depois, e quando pedi os dados para o levantamento dos bilhetes, surgiram duas participantes com um gesto tão fácil e que me deixou contente e emocionado!

Por vezes é tão bom perceber que existem pessoas que têm a hipótese de fazerem o que quer que seja sem pagarem nada e optam por partilhar com outras o que lhes é oferecido sem qualquer esforço. Duas das pessoas que participaram no passatempo só o fizeram para que se caso fossem as vencedoras pudessem oferecer os seus bilhetes aos pais ou outros familiares.

Gostei de receber os emails em que me explicaram que não seriam elas mas sim os seus familiares a usufruírem dos bilhetes. Tais palavras fizeram-me parar para pensar que um simples gesto, que ocupa não mais que um minuto, pode fazer com que outros se sintam felizes por terem algo de que vão gostar ao longo de algumas horas.

Elas participaram e ofereceram os seus prémios a pessoas de quem gostam! É bonito partilhar!

20
Dez13

Serei mais um no desemprego?!


O Informador

Há sete anos que trabalho no mesmo sítio e há quatro que ando a ouvir que tudo pode terminar de um momento para o outro. Agora e depois de um ano melhor que os anteriores para a empresa, o risco do encerramento paira no ar novamente!

Quando integrei a equipa éramos quinze e em poucos anos ficamos sete, o que depois se transformou em seis e agora em cinco. Pela conversa que me foi revelada entre chefe e rapariga despedida, tudo aponta que nos próximos tempos o restante quinteto também seja dispensado aos poucos e durante os próximos meses.

Não sei causas e não percebo a razão de tais afirmações depois de um ano que mostrou melhorias face ao passado, no entanto e porque tudo se esconde, a incógnita deverá continuar a existir, mas vou procurar justificações e tentar perceber o que o meu futuro a curto prazo me pode reservar porque prefiro saber com o que contar do que ser surpreendido com notícias desagradáveis sem estar a contar.

Estarei prestes a integrar o lote de desempregados deste país? Suspeito bem que sim!

20
Dez13

Especial Natal do Lx Comedy Club


O Informador

Especial NatalVi, pela primeira vez, um espetáculo ao vivo de stand-up comedy e posso dizer que embora não seja um apreciador nato deste estilo de humor, tive um duplo sentimento enquanto permaneci sentado na plateia do Cinema São JorgeLisboa, a ver o quarteto deste Especial Natal organizado pelo Lx Comedy Club a dar o seu show.

Especial Natal 1Com sala cheia e com muitos fãs pelo meio, Salvador Martinha, Ricardo Vilão, Luís Franco-Bastos e Rui Sinel de Cordes apresentaram-se em palco de forma descontraída, tal como o seu perfil público tem demonstrado ao longo destes anos em que se tornaram conhecidos através dos palcos e da televisão.

Se por um lado existiram dois comediantes que me conquistaram, e atenção que eu não sou um apreciador deste estilo de entretenimento, por outro também existiram dois que me pareceram apostas erradas para o tipo de espetáculo que esperei encontrar.

Vi um Salvador a abrir as honras da sala em grande estilo e com um ritmo e à vontade incrível para com o público que sempre esteve presente nos momentos fulcrais das suas histórias, onde foram contadas aventuras e desventuras que foi vivendo, sempre com a piada fácil mas bem caracterizada e que levou a plateia ao rubro, logo de seguida fiquei desiludido. Ricardo Vilão, o meu completo desconhecido, pareceu-me a nódoa do palco. Sem presença, com muito recurso ao público, que se sente incomodado pelas suas chamadas de atenção, e com esquecimentos da sequência do seu trabalho, o trabalho do Ricardo no São Jorge pareceu-me a de um grande vilão que tudo parece estar a fazer para estragar o bom momento que tinha acontecido antes da sua entrada. Logo depois surgiu o talvez mais conhecido do quarteto, o Luís Franco-Bastos que imita e comenta as personagens mais carismáticas da nossa sociedade e ainda prevê o futuro e o impensável da vida de cada um. Da política ao futebol, da moda à televisão, ninguém escapa à voz deste homem que faz o impensável. No final surge o Rui Sinel de Cordes que sabe bem o que é ter piada, no entanto e porque não gosto do gozo fácil para com crianças que não têm culpa de terem nascido doentes, bastou um minuto e várias asneiras ao longo da sua presença em palco para perceber que o Rui estica a corda em demasia para o meu gosto.

Embora tenha tido momentos menos bons, este foi um espetáculo que acabou por ser compensado por um Martinha em altas e por um Luís que deixou todo o restante desperdício longe da ideia final com que fiquei. Valeu a pena!

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários Recentes

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________